Direção Geral

dir-geral.jpgO diretor geral do Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap) professor Tarcísio Rivello tem uma história longa na Universidade Federal Fluminense. Titular da disciplina de Anatomia Humana do Instituto Biomédico, iniciou na Universidade como aluno e na vida universitária como monitor em 1966, auxiliar de ensino em 1971, e nessas últimas três décadas, chefe do Departamento de Morfologia, diretor do Instituto Biomédico e do Centro de Ciências Médicas. Por quatro mandatos, foi presidente do Conselho de Curadores da Universidade e atualmente é membro do Conselho Universitário. Com mestrado em Administração de Sistemas Educacionais e doutorado em Ciências Morfológicas, o professor Tarcísio Rivello tem quatro anos para alcançar os seus objetivos como diretor do hospital universitário.

Os desafios são muitos e têm várias vertentes. Fazer com que o atendimento no Huap caminhe para ser de alta complexidade não é simples. Para isso, faz-se necessário investimento na infra-estrutura, com aquisição de equipamentos e treinamento de toda a equipe multiprofissional atuante no hospital, para que as atividades sejam integradas e os procedimentos padronizados pelo estabelecimento de protocolos que permitam também facilitar o acompanhamento dos resultados, detectar falhas e sucessos e determinar aquisição dos recursos, gastos e custos.

As áreas de atendimento de alta complexidade incluem as grandes cirurgias cardíacas, as vasculares como a de carótida e de aorta abdominal, as de traumato-ortopedia como as cirurgias de quadril e ombro, além dos transplantes renais e neurocirurgias.  A cardiologia terapêutica com procedimentos hemodinâmicos invasivos durante o transcurso dos exames também é uma área de alta complexidade que também faz parte das metas da direção.

Outra preocupação do professor Tarcísio Rivello é com relação à necessidade real de funcionários em cada setor do Huap. O hospital hoje tem um gasto relevante com servidores que, ao longo dos anos, foram contratados para suprir demanda hospitalar cada vez maior. A Emergência é aberta a todos os casos e funciona de forma referenciada e regulada. A Secretaria Municipal de Saúde, como gestor pleno, engloba o Huap, e a verba do SUS repassada é fundamental para o hospital.  

Com relação à universidade, o Huap, que é um órgão suplementar diretamente ligado ao Gabinete do Reitor, também tem como alvo as atividades acadêmicas. O diretor Tarcísio Rivello deseja que a unidade se estruture por meio de coordenadorias de ensino, visando se tornar uma unidade acadêmica especial, onde todos os serviços e setores desenvolvam atividades de ensino, pesquisa e extensão de maneira integrada e de extrema importância social e com todas as responsabilidades das ações realizadas.

A direção conta também, para a concretização de todas as metas, com a assessoria de planejamento das ações do hospital para as articulações necessárias e espera que o regimento do hospital, datado de 1975, seja revisto, uma vez que está defasado para o momento atual.

Outro objetivo da direção é que o site do Huap seja uma ferramenta de integração, de transparência, permitindo que o usuário visualize as ações assistenciais, acadêmicas e referentes à gestão orçamentária e financeira.